domingo, 22 de fevereiro de 2015

AERO WILLYS MODIFICADOS

Assim como a série "GORDINIS MODIFICADOS", segue abaixo uma coletânea de fotos de Aero Willys modificados, nas versões hot, conversível, com estepe continental, 2 portas, limousine, perua e picape.
Já escrevi muitas vezes sobre o Aero Willys em meu blog (consukte o HISTÓRICO). De qualquer forma, não custa lembrar que esse sedan foi produzido inicialmente nos Estados Unidos, onde não fez sucesso por ter sido considerado "pequeno", na época. Aqui, foi recebido como um carrão... não luxuoso como um Simca, nem esportivo como um FNM JK. Pelo contrário, foi classificado à época como um "Jeep de fraque". Esse apelido era um reconhecimento à sua robustez, tornando-o apto a desafiar e vencer as péssimas condições da malha viária nacional na década de 1960.
A primeira geração - 1960 a 1962 - foi conhecida como "aero bolha" e, emminha opinião, é a mais "charmosa". 
A geração seguinte, lançada em 1963, ficou conhecida como "frango assado" ou "galeto" e tem o mérito de ter sido exibida pioneiramente no Salão do Automóvel de Paris.
Em 1965 a traseira do modelo 1963/4 foi esticada e deu ao veículo proporções mais equilibradas, ao mesmo em que as polêmicas pestanas sobre os faróis foi removida e muitas melhorias mecânicas foram sendo introduzidas.
O Aero deu origem, em 1966, ao luxuoso Itamaraty, e este deu origem à única limousine nacional produzida em série por uma montadora aqui instalada.
Em 1972 o Aero Willys 2600 e o Itamaraty deixaram de ser produzidos (a Ford absorvera a Willys em 1967) e deixaram saudades...



 



















  CLIQUE NAS IMAGENS ACIMA 
PARA AMPLIÁ-LAS